Conheça os principais patrimônios históricos nacionais localizados em Goiânia

Capital tem igrejas, monumentos e construções que enchem os olhos dos turistas.

Cerca de 209 km distante de Brasília, Goiânia não costuma ser a primeira cidade lembrada pelos turistas brasileiros quando pensam em viajar.

No entanto, a capital do estado é repleta de atrações turísticas que fazem brilhar os olhos, garantindo entretenimento, descanso e diversão.

Antes de comprar sua passagem para Goiânia, não deixe de conferir uma lista com os principais patrimônios históricos da cidade. Assim, você pode incluí-los no seu roteiro.

Praça Cívica

É considerada o marco inicial da construção da cidade e foi inaugurada em 1933. No seu entorno, encontram-se endereços importantes, como palácios e museus. No centro da praça, fica localizado o Monumento das Três Raças.

O coreto da praça já foi palco de manifestações artísticas, culturais e políticas, sendo um marco importante do local. A praça foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 2003 e passou por restauração em 2019.

Museu Pedro Ludovico

Com arquitetura Art Déco, a antiga residência do fundador da cidade, Pedro Ludovico Teixeira, foi tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual. Desde 1987, abriga um museu, que conta um pouco da história da região.

Estação Ferroviária

Localizada na Praça do Trabalhador, a estação de trem foi inaugurada em 1950. Ela marcava o progresso da cidade, com a chegada da linha férrea e da famosa Maria Fumaça, que ainda se encontra no local.

Além da arquitetura Art Déco, chama a atenção o relógio da torre e os três afrescos internos, pintados pelo Frei Confaloni, importante artista goiano. O edifício foi restaurado em 2019 e é aberto à visitação gratuita.

Capela Nossa Senhora das Graças

A pequena capela tem grande importância histórica e arquitetônica para a cidade, localizada no setor central da capital do estado.

Museu Goiano Professor Zoroastro Artiaga

Também conhecido como Muza, o museu de arquitetura Art Déco fica na Praça Cívica e é um dos patrimônios históricos de Goiânia.

Seu acervo conta a história do estado e da região Centro-Oeste, descrevendo a geopolítica, a arte, a cultura e o folclore local.

Inaugurado em 1946, o museu foi pioneiro no estado. A visitação ocorre de terça a domingos, e a entrada dos turistas é franca.

Palácio das Esmeraldas

Localizada na Praça Cívica, é sede oficial do governo estadual e residência do governador do estado desde 1937. O acesso público ao seu interior é restrito, embora existam projetos para abrir o térreo para visitação.

O Palácio das Esmeraldas é decorado de forma requintada e clássica, contando com parede de vidro com o retrato de todas as primeiras-damas que viveram no local. O imóvel foi tombado como patrimônio histórico em 2003.

Lago das Rosas

O primeiro parque da cidade foi inaugurado em 1940, sendo um dos cartões postais e sede do zoológico goiano. Ele fica no Setor Oeste de Goiânia e conta com 315 mil m². Antes de ser um parque, era um jardim de rosas — daí o seu nome.

Teatro Goiânia

Inaugurado em 1942, foi um dos primeiros edifícios da capital do estado. Com capacidade para 850 pessoas, está localizado no centro da cidade e ainda funciona. O teatro passou por um projeto de revitalização, que foi concluído em 2010, sendo declarado patrimônio histórico sete anos antes.

Grande Hotel

Construído no final da década de 1930, o primeiro hotel da cidade foi palco de diversos eventos sociais e políticos de luxo. O Grande Hotel, localizado na região central, se destacava como o edifício mais alto de Goiânia.

Em 2003, assim como ocorreu com outros imóveis importantes da história da cidade, ele foi tombado como patrimônio histórico. Dez anos depois, o prédio do Grande Hotel passou a abrigar a Biblioteca Infanto-Juvenil da região.

Equipe Editorial para o Divulgar Blogs

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      Divulgar Blogs Diretório de Blogs